3 dicas para um cabelo saudável no Verão

No Verão ganhamos uma nova vida, um novo tom de pele que nos faz parecer mais saudáveis, e uma nova energia que nos revitaliza. Mas infelizmente, nem tudo o que o Verão traz é bom, como é o caso do nosso cabelo. Nesta altura, o nosso cabelo torna-se seco, perde a sua vitalidade bem como o brilho, e torna-se quebradiço e muito frágil. Os principais causadores destes danos no Verão são as radiações UV, o cloro das piscinas e o sal do mar, bem como os causadores habituais do resto do ano, como os alisamentos, as colorações e as secagens. Tudo isto contribui para um cabelo estragado. Mas não é caso para entrar em pânico e desespero! Existem alguns truques para proteger o nosso cabelo e assim evitar maiores danos. Claro que é inevitável que o cabelo fique fragilizado e estragado - principalmente nas pontas - no Verão, daí que seja também aconselhável que no final da época balnear se corte o cabelo, mas estes são truques que impedem grandes estragos no nosso cabelo.


1. Utilizar protector solar capilar no cabelo quando nos encontramos expostas ao sol.

        O nosso cabelo não apresenta defesas naturais contra os raios solares e para tal, devemos de utilizar um bom protector solar de forma a impedir a danificação do nosso cabelo.  




A gama Solar Sublime da L'Oréal Paris tem uma variedade de produtos que tem por objectivo proteger o nosso cabelo no Verão, e por experiência próprio recomendo o protector solar e a máscara. São dois produtos excelentes que dão brilho e vida ao nosso cabelo, desde há muito que se tornaram indispensáveis nas minhas férias.


2. Diz não aos elásticos !


As mulheres têm a mania de sair da água e toca de atar o cabelo com um elástico porque dá mais jeito para ler a revista ou para não perturbar o bronze perfeito com uma marca de uma madeixa de cabelo ou porque simplesmente é o que lhes dá na gana e pronto. Errado! Quando saímos da piscina ou do mar e temos o cabelo molhado não se deve atá-lo com um elástico. Isto porque o cabelo quando está molhado perde a elasticidade e torna-se mais quebradiço, e ao atá-lo partimo-lo. Existem outras alternativas para prender o cabelo sem o danificar, como é o caso de molas ou de lenços.




3. Pentear o cabelo embaraçado.


Sempre achei imensa piada àquelas senhoras que sacam de um pente da mala e se metem a pentear o cabelo em plena praia, lá dão umas sacudidelas quando encontram uma zona mais problemática (entenda-se por nós atrás de nós)  mas ao fim de meia hora lá têm o cabelo todo desembaraçado para irem de novo à água. Mais um crime que se comete ao nosso cabelo. Quando saímos da água, o nosso cabelo está sempre infernal, parece que naqueles dois segundos que mergulhámos se deu uma guerra entre o nosso cabelo e quiçá cavalos marinhos. Mas não devemos pentear o nosso cabelo nesses momentos de maior turbulência, porque partimos o cabelo a tentar tirar os nós à força. No meu caso, eu não mexo no cabelo até chegar a casa, e mal chegue, lavo-o com os produtos especiais para o Verão ( a gama que referi acima) e no final coloco um sérum para o hidratar, e assim, o cabelo fica mais suave e não custa tanto penteá-lo.


CONVERSATION

0 Comentários:

Enviar um comentário

Back
to top