Dá tempo ao tempo

                   Se pudesses reviver todos os momentos da tua vida, 
                   serias capaz de a tornar perfeita?


Hoje o dia terminou numa sala de cinema vazia, apenas para mim e para uma grande amiga. Nós, pipocas e um bom filme, que resultou num final de tarde muito bom. Quando digo que foi 'um bom filme', estou menosprezar o valor real do filme, porque foi um dos melhores filmes que já vi. O filme é longo, mas são duas horas de risos intercalados com lágrimas, um misto de comédia, romance e drama. 

Dá Tempo ao Tempo retrata a vida de Tim, um rapaz que aos 21 anos descobre que tem a capacidade de viajar no tempo, e que depois da descoberta, tenta tirar proveito do seu dom para tentar melhorar a sua vida ... e arranjar uma namorada. É quando se muda para Londres que Tim conhece Mary, a mulher por quem se apaixonada irremediavelmente e escolhe para começar a sua família. Ao longo da vida deles, Tim tenta melhorar alguns momentos, mas rapidamente se apercebe que existem consequências para as mudanças que faz quando viaja no tempo, e que cada momento é único e deve ser aproveitado ao máximo sem segundas oportunidades. 

Este filme transmite uma lição de vida que nos deixa a pensar que mesmo que pudéssemos mudar alguns momentos e escolhas da nossa vida de forma a aperfeiçoa-la, a nossa vida nunca seria perfeita porque são os sentimentos autênticos e os momentos únicos que nos permitem alcançar a felicidade.

CONVERSATION

0 Comentários:

Enviar um comentário

Back
to top