POMPEIA

Pompeia conta a história de Milo, um destemido gladiador que após ter assistido ao massacre de toda a sua família quando ainda era apenas uma criança, foi capturado e escravizado. Quando chega a Pompeia, a sua vida começa a mudar, especialmente, depois de conhecer Cassia, a filha do regente da cidade. Enquanto o amor entre os dois jovens cresce, o monte Vesúvio entra em erupção, ameaçando toda a cidade.
O filme no geral está bom. Não é nada de mais mas também não há que retirar o mérito que tem. Para começar, gostei muito do elenco. Foi um daqueles elencos que conseguiu prender-me completamente ao ecrã com a sua actuação, mas sou suspeita, uma vez que sou fã assumida do Kit Harington, e ele protagoniza Milo. Outros aspectos que me surpreenderam foram os cenários e a banda sonora: conseguiram transmitir a emoção que se sentia nesse momento utilizando uma espécie de jogos de luz e de som. Já para não falar dos efeitos especiais que estavam muito bons mesmo! Estava a espera de tudo muito exagerado, mas a modos que gostei. 
No final de ver o filme, li alguns comentários referentes ao mesmo e fiquei surpreendida quando os li. Isto porque, a maioria das pessoas estava a criticar o final do filme. Não o elenco, nem a banda sonora, nem os efeitos especiais, mas sim o final. Então, ó gente, não sabiam que o filme retrata a tragédia que ocorreu em Pompeia? Não sabiam que se baseia num facto histórico? Pelos vistos, não sabiam e ficaram incrivelmente incrédulos quando assistiram ao final porque supuseram que esta era apenas mais uma história de amor. Daquelas em que acontecem mil e uma peripécias ao longo do filme, mas que no final o amor supera tudo e vivem felizes para sempre. Aviso desde já que não o é, e isso até dá outro encanto ao filme.
Não é daqueles filmes em que digo "LARGUEM TUDO O QUE ESTÃO A FAZER E VÃO JÁ VER O FILME", mas é um filme interessante. Daqueles que ocupam as tarde sem planos. Já para não falar que no filme há uma cena em que o Kit Harington aparece sem camisola, muito ao estilo de deus grego, o que só por si já vale a pena ver o filme. No final do filme, aconselho toda a gente a conhecer a história da cidade que ficou enterrada nas cinzas e a ver as fotografias da cidade nos dias de hoje. Eu fiquei com imensa vontade de um dia visitar Pompeia, a cidade que permaneceu inalterada com o passar do tempo.

CONVERSATION

4 Comentários:

  1. Não me cativou por isso ainda não vi mas talvez lhe dê uma oportunidade durante uma tarde mais paradinha, para tirar as minhas conclusões concretas :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é um filme muito bom, mas é um filme que ocupa bem uma daquelas tardes sem planos. :)

      Eliminar
  2. Filme horrível. Podes ter muitas qualidades mas para crítica.
    Todas as partes do filme foram roubadas de "Gladiador" e da série "Spartacus", a única mudança é o toque, muito pequeno, introduzido no filme de o desastre de Pompeia. Romance barato, não sabemos nada, ou quase nada sobre os personagens.

    Apenas o vi porque me interesso bastante por game of thrones, mais aos livros que a série, e dei uma oportunidade devido gostar to ator, fez um bom papel para a bela porcaria que lhe deram.

    Desperdicio total de tempo, tanto bom filme que há para ver e descobrir, típico filme barato dos século XXI.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não acho o filme horrível, sei que não é bom, mas tem as suas qualidades e foram essas que destaquei. E não acho que tenha muita semelhança com as cenas de Spartacus. É claro, que são cenas de luta em arena mas não são muito iguais, pelos menos os efeitos especiais neste filme são muito melhores do que em Spartacus. Mas confesso que depois de ver tanta crítica negativa, também só o vi pelo Kit Harington. :)
      É um daqueles filmes que só se quando não se tem nada para fazer, para ocupar o tempo. :)

      Eliminar

Back
to top