JARDIM DA GULBENKIAN


Hoje recordamos um passeio pelo jardim da Fundação Calouste Gulbenkian. Já tinha ouvido falar imenso deste espaço e já tinha inclusive visto fotografias de amigos que por lá tinham passado, mas a oportunidade nunca tinha surgido. Até ao dia em que o mano me decidiu vir visitar à capital. Foi o momento perfeito para ficarmos a conhecer este jardim fora do comum em pleno coração da cidade. 


Mal virámos em direcção ao jardim depois de andarmos um pouco perdidos sem saber bem qual o caminho a tomar, ficámos os dois fascinados. Pelas cores, pela diversidade, pelo ambiente. Era um sítio totalmente diferente daquele por onde tínhamos andado há cinco minutos atrás - semáforos, postes, carros, edifícios. Ali naquele espaço tranquilo reinava o silêncio e de vez em quando um cantarolar de um pássaro, mas nada mais do que isso. 

Ali encontramos inúmeras espécies de plantas e de animais, como tartarugas, patos, cisnes e ainda tivemos a sorte de avistar uma caturra verde. E quanto mais caminhamos pelo jardim mais perdemos a noção de que estamos em plena Lisboa, é um lugar pacífico e calmo, perfeito para passear, ler ou apenas relaxar. 





CONVERSATION

0 Comentários:

Enviar um comentário

Back
to top